Bandas

 
  Blink-182

A história do Blink-182 começou em 1991, quando a irmã de Mark Hoppus o apresentou ao amigo Tom DeLonge. Mark havia se mudado para San Diego (Califórnia - EUA) há pouco tempo e Tom tinha acabado de largar a faculdade. Assim que se mudou para San Diego, Mark comprou um baixo e começou a tocar músicas do The Cure e do The Descendents. Junto com Tom, que tocava guitarra, eles formaram a dupla Blink.

Pouco tempo depois, o batera Scott Raynor entrou para o Blink. Os três haviam se encontrado num acampamento e reconheceram uns nos outros o mesmo amor por músicas envolvendo garotas, amigos, vida e diarréia. O trio começou a tocar em clubes de San Diego. Os shows não eram lá grandes coisas. Só pra se ter uma idéia, eles rolavam em casas onde aconteciam concursos de garotas com camisetas molhadas.

Naquela época, os caras do Blink ficaram "brothers" dos integrantes do The Vandals. A banda tinha um selo independente, o Kung Fu, e acabou dando uma força para o Blink lançando o seu primeiro cassete, chamado "Buddha", em 1994. Menos de um ano depois, o Blink chamou a atenção dos executivos da Cargo Records, que contratou a banda para um álbum. Em 1995, o grupo lançou o CD Cheshire Cat e começou a crescer em popularidade pelos Estados Unidos e Austrália.

Impressionados com o desempenho da banda na terra dos cangurus, a MCA contratou o grupo em 1996. Por problemas legais (já havia uma outra banda chamada Blink), os caras tiveram que escolher um novo nome para o grupo. Depois de muitas dúvidas, eles decidiram se chamar Blink-182. De onde veio 182? Esse foi o número de vezes que Al Pacino falou a palavra "fuck" no filme "Scar Face".

A banda lançou o álbum "Dude Ranch" em 1997. O disco vendeu bem nos Estados Unidos, no Canadá e na Austrália. O primeiro single do CD, chamado "Dammit (Growing Up), se tornou uma das cinco músicas mais tocadas nas principais rádios dos Estados Unidos.

O Blink-182 passou dois anos em turnê e, em Janeiro de 1999, voltou para San Diego para trabalhar no novo álbum. Raynor deixou a banda amigavelmente e, em seu lugar, entrou Travis Barker.

Lançado em julho de 1999, o CD "Enema of the State" consolidou a postura punk da banda. Ao lado das piadas sem graça, do comportamento infantil e das letras sexuais, o Blink-182 mostrou um pouco do seu lado político. Segundo os integrantes da banda, apesar de não parecer, a idéia do novo CD é educar as pessoas.

Em 2001, o Blink lançou "Take Off Your Pants & Jacket".

No ano passado, a banda lançou o disco "blink-182" e agora segue por uma extensa turnê de divulgação.


RÁDIO UNIFEV FM
FREV - Fundação Rádio Educacional de Votuporanga

01/06/2004 - 11h53min